top of page
  • Foto do escritorTECNOLIS Lda

Certificado alimentar em barricas e a sua importância

Atualizado: 7 de jun. de 2023

As barricas são amplamente utilizadas na indústria alimentar para armazenar, transportar e distribuir produtos alimentares e bebidas. Para garantir a segurança e a qualidade dos alimentos e bebidas armazenados, é necessário que sejam certificadas para contacto com alimentos. A certificação alimentar é um processo que verifica se os materiais utilizados na fabricação de produtos destinados ao contacto com alimentos respondem aos padrões de segurança e higiene alimentar.

Os testes realizados para a certificação alimentar de barricas incluem análises químicas e físicas para avaliar a migração de substâncias dos materiais da barrica para os alimentos e bebidas armazenados. Migração é a transferência de compostos químicos do material da barrica para o alimento ou bebida, o que pode afetar a qualidade e a segurança do produto.

Os testes de migração de substâncias químicas são realizados em conformidade com as normas e regulamentos nacionais e internacionais, como a União Europeia, a FDA (Food and Drug Administration) ou a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Estes testes avaliam a migração de substâncias tóxicas, como plastificantes, antioxidantes, pigmentos, monômeros e outros aditivos utilizados na produção das barricas plásticas.

Os testes físicos são realizados para avaliar a capacidade das barricas plásticas de suportar as condições de armazenamento e transporte sem afetar a segurança e a qualidade dos alimentos e bebidas. Esses testes incluem análises de resistência mecânica, impacto, deformação permanente, estabilidade térmica, entre outros.

Alguns dos testes mais comuns realizados para a certificação alimentar de barricas plásticas são:

  • Teste de migração global: esse teste avalia a quantidade total de substâncias que migram da barrica plástica para o alimento ou bebida, incluindo compostos orgânicos voláteis, hidrocarbonetos aromáticos policíclicos, compostos orgânicos clorados e outros compostos químicos. Esse teste é realizado em condições específicas, simulando o armazenamento e transporte de alimentos e bebidas em barricas plásticas.

  • Teste de migração específica: esse teste avalia a migração de uma substância química específica da barrica plástica para o alimento ou bebida. Esse teste é realizado quando há preocupações específicas com a migração de uma determinada substância, como bisfenol A (BPA) ou ftalatos.

  • Teste de resistência à tração: esse teste avalia a resistência mecânica da barrica plástica à força de tração. Ele é importante para avaliar se a barrica plástica pode suportar as condições de armazenamento e transporte sem romper ou se deformar excessivamente.

  • Teste de impacto: esse teste avalia a resistência da barrica plástica a impactos, como quedas, colisões e choques durante o transporte e manuseio. Esse teste é importante para avaliar se a barrica plástica pode suportar as condições de transporte e armazenamento sem se danificar e comprometer a segurança dos alimentos e bebidas armazenados.

    • Teste de estabilidade térmica: esse teste avalia a capacidade da barrica plástica de suportar mudanças de temperatura sem sofrer deformações ou libertar substâncias químicas. É importante para avaliar se a barrica plástica pode ser utilizada em condições de temperatura variável, como em câmaras frigoríficas ou de aquecimento.


Em resumo, a certificação alimentar de barricas plásticas é essencial para garantir a segurança e a qualidade dos alimentos e bebidas armazenados e transportados em barricas plásticas. Os testes realizados para essa certificação incluem análises químicas e físicas para avaliar a migração de substâncias químicas, a resistência mecânica e a estabilidade térmica das barricas plásticas. A certificação alimentar garante que as barricas plásticas respondem aos padrões de segurança e higiene alimentar, protegendo a saúde dos consumidores e a reputação das empresas.


45 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page